NGC 6357: A Nebulosa da Lagosta

Por que a Nebulosa da Lagosta está formando algumas das estrelas mais massivas conhecidas? Ninguém ainda tem certeza. Catalogado como NGC 6357, a Nebulosa da Lagosta abriga o aglomerado de estrelas aberto Pismis 24 próximo ao seu centro – um lar para estrelas extraordinariamente brilhantes e massivas. O brilho azul geral próximo à região interna de formação de estrelas resulta da emissão de gás hidrogênio ionizado. A nebulosa circundante, apresentada aqui, contém uma complexa tapeçaria de gás, poeira escura, estrelas ainda em formação e estrelas recém-nascidas. Os padrões intrincados são causados ​​por interações complexas entre ventos interestelares, pressões de radiação, campos magnéticos e gravidade. NGC 6357 se estende por cerca de 400 anos-luz e fica a cerca de 8.000 anos-luz de distância em direção à constelação do Escorpião.

Crédito de imagem e direitos autorais: Steven Mohr (NASA)

Texto: Júlia Machado

 

EnglishItalianJapanesePortugueseRussianSpanish
Click to listen highlighted text!