Guerra de galáxias: M81 e M82

Essas duas galáxias estão muito distantes, a 12 milhões de anos-luz de distância em direção à constelação do norte do Grande Urso. À esquerda, com grandes braços espirais e núcleo amarelo brilhante, está a galáxia espiral M81, com cerca de 100.000 anos-luz de diâmetro. À direita, marcada por nuvens vermelhas de gás e poeira, está a galáxia irregular M82. Os dois estão presos em combate gravitacional há um bilhão de anos. A gravidade de cada galáxia afetou profundamente a outra durante uma série de encontros cósmicos próximos. A última rodada durou cerca de 100 milhões de anos e provavelmente aumentou as ondas de densidade ondulando em torno do M81, resultando na riqueza dos braços espirais do M81. O M82 ficou com regiões violentas de formação de estrelas e nuvens de gás em colisão tão energéticas que a galáxia brilha em raios-X. Nos próximos bilhões de anos, seus contínuos encontros gravitacionais resultarão em uma fusão e uma única galáxia permanecerá.

Direitos de imagem: Dietmar Hager
Texto: Júlia Machado

(NASA)

EnglishItalianJapanesePortugueseRussianSpanish
Click to listen highlighted text!