Galáxias no rio

Galáxias grandes crescem comendo pequenas. Até nossa própria galáxia se envolve em uma espécie de canibalismo galáctico, absorvendo pequenas galáxias muito próximas e capturadas pela gravidade da Via Láctea. De fato, a prática é comum no universo e ilustrada por este impressionante par de galáxias em interação nas margens da constelação do sul, Eridanus, o rio. Localizada a mais de 50 milhões de anos-luz de distância, a grande espiral distorcida NGC 1532 é vista travada em uma luta gravitacional com a galáxia anã NGC 1531 (direita do centro), uma luta que a galáxia menor eventualmente perderá. Visto de frente, o NGC 1532 em espiral abrange cerca de 100.000 anos-luz. Bem detalhado nesta imagem nítida, acredita-se que o par NGC 1532/1531 seja semelhante ao sistema bem estudado de espiral frontal e pequeno companheiro conhecido como M51.

Direitos de imagem: Star Shadows Remote Observatory

Texto: Júlia Machado

(NASA)

Click to listen highlighted text!